Educación de campo y educación multiana: reflexiones y desafíos en una escuela transamazónica

Palabras clave: Educación rural, Escuela de campo, Clases multianuales

Resumen

A partir de los aspectos teóricos y prácticos involucrados en la concepción de la Educación Rural y en la relación que se establece en la práctica pedagógica dentro del aula y en los procesos de enseñanza-aprendizaje en una clase plurianual, el presente trabajo tiene como objetivo discutir los desafíos del trabajo docente en la implementación del plan de estudios escolar en el contexto de una escuela de campo, denominada EMEF N. Srª. dos Remedios, ubicado en una calle que cruza la BR-230, en el municipio de Pacajá, Estado de Pará. El principal punto a abordar son los complejos procesos históricos que culminaron con la propuesta de una Educación Rural que se opone a la idea caricaturizada de una educación rural, atrasada y meramente reproductiva. A partir de una búsqueda bibliográfica y entrevistas semiestructuradas con profesores de escuela, presentaremos las discusiones sobre las dificultades que señalan dichos profesionales en el ejercicio de su trabajo con una clase multicolor y el territorio en el que se inserta la escuela, en el complejidades de la transamazônica.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete; MOLINA, Mônica Castagna (Orgs.). Por uma educação do campo. Petrópolis: Vozes, 2004.
BRASIL, Decreto nº 7.352, de 4 de novembro de 2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária - PRONERA. Diário Oficial [da União], Poder Executivo, Brasília, DF, 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7352.htm. Acesso em: 20 out. 2020.
BRASIL. Ministério da Educação – Diretrizes operacionais para a educação básica nas escolas do campo. Brasília, DF, 2002.
BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução nº 2, de 28 de abril de 2008. Estabelecem diretrizes complementares, normas e princípios para o desenvolvimento de políticas públicas de atendimento da Educação Básica do Campo. Disponível em http://www.mec.gov.br Acesso em: 15 de março de. 2021.
BRASIL. Ministério da Educação. Lei das diretrizes e bases da educação nacional nº 9394 de 20 de dez de 1996. Disponível em: . Acesso em: 20 de março de 2021.
BRAYNER, Conceição de Nazaré de Morais; TÁVORA, Maria Josefa de Souza. Democratização do acesso ao ensino médio para população do Campo no Pará: Uma análise a partir do sistema modular de ensino. In.: XII Congresso Nacional de Educação – EDUCERE, 2015. Anais do EDUCERE. Paraná: Universidade Católica do Paraná – PUCPR, 2015. p. 38227 a 38240.
BRITO, Tatiane Novais. Educação do Campo: Caminhos possíveis para construção de práticas educativas significativas. Revista Diálogos e Perspectivas em Educação. Marabá-PA, v.2, n. 1, p.90-105, jan.-jun.2020.
CALDART, R. S.. Sobre Educação do Campo. In: SANTOS, C. A. F, MANÇANO, B. (Orgs.). Educação do Campo: Campo - políticas públicas – educação. Brasília: Incra - MDA, 2008.
CALDART, R. S.; PEREIRA, I. B.; ALENTEJANO, P.; FRIGOTTO, G (Orgs.). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012.
CALDART, Roseli Salete. A escola do campo em movimento. In.: ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete; MOLINA, Mônica Castagna. (Orgs.). Por uma Educação do Campo. 5. ed. Petrópolis - RJ: Vozes, 2011.
FREIRE, Paulo. A Importância do Ato de Ler: Em três artigos que se completam. 32 ed. São Paulo: Cortez, 1996.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 34. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.
GADOTTI, M. Perspectivas atuais da educação. Porto Alegre, Ed. Artes Médicas, 2000.
HAGE, S. A. M; BARROS, O. F.. Currículo e Educação do Campo na Amazônia: Referências para o debate sobre a multisseriação na escola do campo. Espaço do Currículo. v.3. n.1, pp.348-362, Março a Setembro de 2010.
HAGE, S. M.. Por uma escola do campo de qualidade social: transgredindo o paradigma (multi)seriado de ensino. Em aberto, Brasília, v. 24, n. 85, p. 97-113, 2011.
LEITE, Francisco Tarciso. Metodologia Científica: Métodos e técnicas de pesquisa, monografias, dissertações, teses e livros. Aparecida - SP: Ideias e Letras, 2008.
LEITE, S. C.. Escola rural: urbanização e políticas educacionais. São Paulo: Cortez, 1999.
LIBÂNEO, J. C.. O dualismo perverso da escola pública brasileira: escola do conhecimento para os ricos, escola do acolhimento social para os pobres. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 1, p. 13-28, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v38n1/aop323.pdf. Acesso em: 11 de Fevereiro de 2021.
LIMA, Elmo de Souza; MELO, Keylla Rejane Almeida (Orgs.). Educação do Campo: Reflexões políticas e teórico-metodológicas. Teresina: EDUFPI, 2016.
MAXIMIANO, A. C. A. Teoria geral da administração: da revolução urbana à revolução digital. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2005.
PANTOJA, W. W. R. Transamazônica: Geocartografia da (in)existência entre lugares. Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Geografia do Instituto de Ciências Humanas da Universidade de Brasília, como requisito para obtenção do título de Doutor em Geografia. 2010.
PINHEIRO, M. S. D.. A concepção de educação do campo no cenário das políticas públicas da sociedade brasileira. Cadernos ANPAE. Rio Grande do Sul: UFRGS, 2007.Acesso em: 07 de Março de 2018.
SACRISTÁN, J. G.. Saberes e Incertezas sobre o currículo. Porto Alegre: Penso, 2013.
SANTOS, F. J. S.; MOURA, T. V. Políticas educacionais, modernização pedagógica e racionalização do trabalho docente: problematizando as representações negativas sobre as classes multisseriadas. In: ANTUNES-ROCHA, M. I.; HAGE, S. M. (orgs.). Escola de direito: reinventando a escola multisseriada. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. (Coleção Caminhos da Educação do Campo; v. 2), pp. 35-48.
SANTOS, I. V. F.; SILVA, M. R.; FORMIGOSA, M. M.; GOMES, F. B. R. Desafios da Educação do Campo: o ensino de Ciências e a realidade da comunidade Santo Antônio. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 1, p. e187911790, 2020
SCHEIN, E. Organizational culture and leadership. San Francisco: Jossey-Bass, 1985.
TENÓRIO, W.; FORMIGOSA, M.; ROCHA, C. G. S.; SANTANA, R. A formação e atuação docente na disciplina de ciências em escolas do campo na Amazônia Paraense. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 2, n. 4, p. 158-179, 19 dez. 2019.
VILHENA JUNIOR, W. M.; MOURÃO, A. R. B. Políticas Públicas e os Movimentos Sociais por uma Educação do Campo. In.: GHEDIN, E. (Org). Educação do Campo: Epistemologias e Práticas. São Paulo, Cortez, 2012.
Publicado
2021-10-19
Métricas
  • Visualizaciones del Artículo 93
  • PDF downloads: 44
Cómo citar
Santana, R. H., Pereira de Freitas, S., & Formigosa, M. M. (2021). Educación de campo y educación multiana: reflexiones y desafíos en una escuela transamazónica. PARADIGMA, 42(3), 408-428. https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.2021.p408-428.id1137