Posibilidades y limitaciones de una propuesta de aplicación de la metodología del aula invertida con el uso de TDIC en la enseñanza de las matemáticas

Palabras clave: TICs no ensino de matemática, Metodologias ativas de aprendizagem, Sala de aula invertida.

Resumen

O presente artigo, com o uso da abordagem qualitativa, apresenta alguns resultados da investigação sobre possibilidades e limitações da utilização da metodologia Sala de Aula Invertida em aulas de matemática para turmas do 8º ano do E.F., mediante a produção e aplicação de uma proposta de ensino envolvendo o uso de TICs. Nessa abordagem de ensino, o aluno tem contato com informações sobre os conteúdos em estudo antes da aula; e de forma online. Asim, amplia-se o tempo do espaço escolar para atividades práticas de compreensão e de resolução de problemas bem como para o atendimento personalizado do aluno. O estudo justificou-se devido à escassez de trabalhos relacionados à Sala de Aula Invertida, em nível nacional, no que tange o ensino de Matemática na Educação Básica. Por meio das percepções de pais, alunos, equipe pedagógica e professor pesquisador, buscou-se investigar as possibilidades e limitações da metodologia Sala de Aula Invertida, adaptada em uma proposta de ensino e à realidade do professor. Os resultados foram obtidos a partir de questionários, gravações de áudio dos encontros, folhas de registros, anotações de campo e relatórios, e foram submetidos à análise de conteúdo, conforme Bardin (2006), que possibilitou identificar as compreensões manifestadas pelos participantes.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Braian Lucas Camargo Almeida, Universidade Federal do Paraná / Curitiba-PR
Doutorando em Educação Matemática - PPGECM/UFPR. Mestre em Matemática - PROFMAT/UTFPR - Câmpus Pato Branco. Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela UTFPR - Pato Branco/PR (2013). Técnico em Informática pela ETEC. Dr. Demétrio Azevedo Júnior - Itapeva/SP (2009). Tem experiência como Professor de Matemática e de Robótica no Ensino Fundamental, Médio e como Professor de Magistério superior na UTFPR - Câmpus Pato Branco/PR (2014-2015). Atualmente sou professor orientador no curso de Especialização em Práticas Educacionais em Ciências e Pluralidade, promovido pela UTFPR Câmpus Dois Vizinhos, e é professor Substituto do Magistério Superior na UTFPR - Campus Dois Vizinhos/PR, atuando nas disciplinas relacionadas ao Cálculo, Geometria Analítica e Álgebra Linear e Matemática Discreta.
Janecler Aparecida Amorin Colombo, Universidade Tecnológica Federal do Paraná / Pato Branco-PR
Possui graduação em Ciências Habilitação em Matemática pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (1997), especialização em Educação Matemática, Mestrado em Métodos Numéricos em Engenharia pela Universidade Federal do Paraná (2001) e Doutorado em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Atualmente é professora Nível Associado II no Departamento de Matemática, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Pato Branco. Tem experiência na área de Educação e Matemática, com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, representação semiótica, resolução de problemas, metodologias de ensino, processos de ensino e aprendizagem da matemática.

Citas

ALCÂNTARA, A. P. de. A importância da tecnologia na aprendizagem do aluno. Disponível em: <http://www.portaleducacao.com.br/pedagogia/artigos/14453/a-importancia-datecnologia-na-aprendizagem-do-aluno>. Acesso em: 30 mai. 2020.

ALMEIDA, B. L. C. Possibilidades e limites de uma intervenção pedagógica pautada na metodologia da sala de aula invertida para os anos finais do ensino fundamental. Dissertação (Mestrado em Matemática) – PROFMAT, Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Paraná. 2017.

AZEVEDO, Marcelo de F. O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’S) como recursos metodológicos no ensino da Matemática. Disponível em: < https://sca.profmat-sbm.org.br/sca_v2/get_tcc3.php?id=1046>. Acesso em: 30 mai. 2020.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução L. A. Rego; A. Pinheiro. Lisboa: Edições 70, 2006. (Obra original publicada em 1977);

BICUDO, M. A. V. Pesquisa em Educação Matemática: Concepções e Perspectivas. São Paulo: Ed. Unesp, 1999. p. 25-26.

BERGMANN, J.; SAMS, A. Sala de Aula Invertida: uma metodologia ativa de aprendizagem. Tradução Afonso Celso da Cunha Serra - 1ª ed. Rio de Janeiro. LTC, 2016.

CASAGRANDE, Rejane B. A importância da internet no contexto escolar. Crisciúma-SC, 2008.

COSTA, A. P. da. O Uso de Recursos Tecnológicos por Professores de Matemática do Ensino Médio. In: V Colóquio Internacional de Políticas e Práticas Curriculares, 2011. CD-ROM.

COLOSSI, Nelson, CONSENTINO, Aldo & QUEIROZ, Etty G. Mudanças no Contexto do Ensino Superior no Brasil: Uma Tendência ao Ensino Colaborativo. 2001. FAE, v. 4, n. 1, 49- 58.

DA COSTA, Paulo; BIANCHINI, David. Caracterização da demanda futura de usuários da internet no Brasil: uma contribuição para o desenvolvimento de políticas governamentais de inclusão digital e acesso a internet. Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 135-162, jan./abr. 2008.

DAMACENO, L. M. A aula de Matemática em vídeo e as Redes Sociais como recursos didáticos: uma experiência com a disciplina Estatística no Ensino Médio Inovador. Disponível em: <https://sca.profmat-sbm.org.br/sca_v2/get_tcc3.php?id=32948>. Acesso em: 30 mai. 2020.

ESTRELA, Albano; NÓVOA, Antonio (org.). Avaliações em Educação: Novas Perspectivas. Porto. Porto Editora, 1993.

FERNANDES, Domingos. A avaliação das aprendizagens no Sistema Educativo Português. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.33, n.3, p. 581-600, set./dez. 2007. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ep/v33n3/a13v33n3.pdf>. Acesso em: 30 mai. 2020.

FRANCISCO, Wagner de C. A UTILIZAÇÃO DE NOVAS METODOLOGIAS. 2016. Disponível em: <http://educador.brasilescola.uol.com.br/estrategias-ensino/a-utilizacao-novas-metodologias.htm>. Acesso em: 30 mai. 2020.

FREITAS, V. J. de. A aplicabilidade da flipped classroom no ensino de física para turmas da 1ª série do ensino médio. Espírito Santo: UFES, IF, 2015. 149f.

GADOTTI, Moacir. Perspectivas atuais da educação. Porto Alegre, Ed. Artes Médicas, 2000.

MACHADO, Jorge A. S. Difusão do Conhecimento e Inovação – o acesso aberto a publicações científicas. In: BAUMGARTEN, M. (Org.). Conhecimentos e redes: sociedade, política e inovação. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2005. Disponível em: <http://www.forum-global.de/jm/art04-05/jorge_machado-acesso_aberto.html>. Acesso em: 30 mai. 2020.

MORAN, J. M. Mudando a educação com metodologias ativas. In: SOUZA, C. A.;

MORETTO, T. Opinião: Novas metodologias para nossos professores. 2015. Disponível em: <http://salaaberta.com.br/opiniao-novas-metodologias-para-nossos-professores/>. Acesso em: 30 mai. 2020.

OLIVEIRA, Vinicius de. Novas metodologias usam situações reais para formar professores. Disponível em: <http://porvir.org/novas-metodologias-usam-situacoes-reais-para-formar-professores/>. Acesso em: 30 mai. 2020.

PAIVA, T. Como funciona a sala de aula invertida?. Disponível em: <http://www.cartaeducacao.com.br/reportagens/como-funciona-a-sala-de-aula-invertida/>. Acesso em: 30 mai. 2020.

PENTEADO, M. G.; BORBA, M. de C. Informática e Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

PEREZ, Leonardo A. Um estudo sobre o uso de avaliações apoiadas pelas tecnologias. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/55/55136/tde-06102016-105824/publico/LeonardoAnselmoPerez_revisada.pdf >. Acesso em: 30 mai. 2020.

SANCHES, Carlos. Metodologias de ensino: ontem e hoje. Disponível em: <http://www.arede.inf.br/metodologias-de-ensino-ontem-e-hoje/>. Acesso em: 30 mai. 2020.

SOUZA, Maria G. de. O uso da internet como ferramenta pedagógica para os professores do ensino fundamental. Disponível em: <http://www.uece.br/computacaoead/index.php/downloads/doc_view/2044-tccmariagerlanne?tmpl=component&format=raw>. Acesso em: 30 mai. 2020.

TORRES-MORALES, O. E. (Orgs.). Convergências midiáticas, educação e cidadania: aproximações jovens. Ponta Grossa: UEPG, 2015. (Mídias Contemporâneas, v. 2). p. 15-33. Disponível em: <http://www.youblisher.com/p/1121724-Colecao-Midias-Contemporaneas-Convergencias-Midiaticas-Educacao-e-Cidadania-aproximacoes-jovens-Volume-II/>. Acesso em: 30 mai. 2020.

VALENTE, J. A. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista, Curitiba, n. 4, p. 79-97, 2014.

VELLOSO, Fernando de C. Informática: conceitos básicos. 7. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004.

VIEIRA, Zacarias N. de L. A informática na educação. Rio de Janeiro, 2006. Disponível em: <http://www.avm.edu.br/monopdf/31/ZACARIAS%20NASCIMENTO%20DE%20LIMA%20VIEIRA.pdf>. Acesso em: 30 mai. 2020.

Publicado
2020-09-03
Métricas
  • Visualizaciones del Artículo 75
  • PDF downloads: 58
Cómo citar
Almeida, B. L. C., & Colombo, J. A. A. (2020). Posibilidades y limitaciones de una propuesta de aplicación de la metodología del aula invertida con el uso de TDIC en la enseñanza de las matemáticas. PARADIGMA, 573-606. https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.0.p573-606.id921