EVENTO CONTEXTUALIZADO EN INGENIERÍA: TAREAS DOCENTES Y CONOCIMIENTOS MOVILIZADOS EN ELLAS

Palabras clave: Categorías de conocimientos docentes, Modelo Didáctico de la Matemática en el Contexto de las Ciencias, Matemática, Ingeniería, Evento contextualizado.

Resumen

El objetivo de este trabajo, de naturaleza teórico-bibliográfica, es reflexionar acerca de la movilización de categorías de conocimientos docentes esenciales para ejecutar tareas inherentes al Modelo Didáctico de la Matemática en Contexto, relacionado a la Teoría de La Matemática en el Contexto de las Ciencias. A partir de un estudio sobre categorías de conocimientos docentes, desde el punto de vista de diversos investigadores, identificamos las que tienen que ser accionadas en las ocho tareas que el profesor desempeña cuando construye un evento contextualizado, señalando algunas a partir de un evento construido para una disciplina inicial de Cálculo Diferencial e Integral en un curso de Ingeniería Civil. Por medio del análisis realizado, concluimos que la mayor parte de las tareas requiere la movilización, siempre de manera simultánea y articulada, de conocimientos de contenido, didácticos, pedagógicos y tecnológicos.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Gabriel Loureiro de Lima, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)
Possui graduação em Bacharelado em Matemática pela Universidade Estadual de Campinas (2001), graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de Campinas (2005), mestrado em Matemática pela Universidade Estadual de Campinas (2004) e doutorado em Educação Matemática pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012). Na mesma instituição é líder do Grupo de Pesquisa A Matemática na Formação Profissional, atuando na linha de investigação A Matemática como Componente Curricular de Cursos de Graduação que volta sua atenção para o ensino de Matemática em cursos superiores cujo foco não é a formação de matemáticos. Participa,também na PUC-SP, do grupo de pesquisa GPEA (Grupo de Pesquisa em Educação Algébrica). Tem como principal área de interesse o ensino e aprendizagem de Matemática no Ensino Superior, com ênfase nos processos de ensino e de aprendizagem do Cálculo Diferencial e Integral e da Análise Matemática. Sua investigação de doutorado, intitulada, A disciplina de Cálculo I do curso de Matemática da Universidade de São Paulo: um estudo de seu desenvolvimento, de 1934 a 1994, defendida em 2012, recebeu menção honrosa na categoria Ensino no Prêmio Capes de Teses 2013. Atualmente é Professor do Departamento de Matemática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), professor do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática da PUC-SP e Assistente Especializado da Pró-Reitoria de Graduação na mesma Universidade. Desde 2015 é vice coordenador do GT4 - Ensino Superior - da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM) e desde 2017 é vice-coordenador do Grupo de Trabalho Ciências Básicas e Matemática na Engenharia da Associação Brasileira de Educação em Engenharia (ABENGE).
Eloiza Gomes, Instituto Mauá de Tecnologia
Possui graduação em Licenciatura Em Matemática pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1978), graduação em Bacharel Em Matemática pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1979), mestrado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992) e doutorado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2015). Atualmente é professor associado do Instituto Mauá de Tecnologia e participa, na PUC-SP, do grupo de pesquisa GPEA (Grupo de Pesquisa em Educação Algébrica). Tem como principal área de interesse o ensino e aprendizagem de Matemática no Ensino Superior, principalmente nos cursos de Engenharia.
Barbara Lutaif Bianchini, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Possui graduação em Matemática - Licenciatura pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1978), graduação em Matemática Bacharelado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1978), graduação em Licenciatura Em Pedagogia pela Universidade de Franca (1988), mestrado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992) e doutorado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001). Atualmente é professor associado da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação algébrica, atuando principalmente nos seguintes temas: educação algébrica, educação matemática, álgebra linear, registros de representação semiótica e formação de professores.

Citas

Artigue,M. (1998) Ingénierie Didactique. Recherches en Didactique des Mathématiques. 9 (3), 281-308.

Ausubel,D. P., Novak, J. D. y Hanesian,H. (1990) Psicología educativa, un punto de vista cognoscitivo. México: Editorial Trillas.

Ball, D. L., Thames,M. H. y Phelps,G. (2008) Content Knowledge for Teaching : What Makes It Special? Journal of Teacher Education. 59, 389-407.

Bianchini, B. L., Lima, G. L., Gomes, E. y Nomura, J. I. (2017) Competências matemáticas: perspectivas da SEFI e da MCC. Educação Matemática Pesquisa, 19 (1), 49-79.https://doi.org/10.23925/1983-3156.2017v19i1p49-79

Bianchini, B. L., Lima, G. L., Gomes, E. (2019) Conhecimentos docentes em ação no Modelo Didático da Matemática em Contexto (MoDiMaCo). Em: XV Conferencia Interamericana de Educación Matemática – Comité Interamericano de Educación Matemática, 2019, Anais. Medellín/Colômbia, 1-8.

Brousseau, G. (1986) Fondements et Méthodes de la Didactique des Mathématiques. Recherches en Didactique des Mathématiques. Grenoble, 7 (2), 33-116.

Camarena, G.P. (2002) Metodología curricular para las ciencias básicas en ingeniería. Revista Innovación Educativa. 2 (10), 22-28, 2 (11) 4-12.

Camarena, G. P. (2009) Reporte de Programa de investigación titulado: Competencias Matemáticas: Marcos Teóricos y Metodologías. Con No. de registro: SIP-IPN: 558. México: Editorial ESIME-IPN.

Camarena, G. P. (2010) Aportaciones de Investigación al Aprendizaje y Enseñanza de la Matemática en Ingeniería. http://www.ai.org.mx/ai/archivos/ingresos/camarenagallardo/dra._patricia_camarena_gallardo.pdf

Camarena, G. P. (2011) Concepción de competencias de las ciencias básicas em el nível universitário. In: Dipp A.J., Macías A. B. (Org.). Competencias y Educación – miradas múltiples de una relación. México: Instituto Universitario Anglo Español A.C e Red Durango de Investigadores Educativos A.C., 88-118.

Camarena, G. P. (2013) A treita anõs de la teoria educativa “Matemática en el Contexto de las Ciencias”. Inovación Educativa. 13(62), 17-44. http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1665-26732013000200003

Camarena, G. P. (2017) Didáctica de la matemática en contexto. Educação Matemática Pesquisa, 19(2), 1-26. https://doi.org/10.23925/1983-3156.2017v19i2p1-26

Camarena, G. P. (2018) Formación por competencias en las ciencias básicas de la ingeniería. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia. 11(2), 294-320, https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/view/8430/pdf

Duval, R. (2003) Registros de Representações Semióticas e Funcionamento Cognitivo da Compreensão. In: Machado S., D., A. (Org.). Aprendizagem em Matemática: Registros de Representação Semiótica. Campinas: Papirus Editora. Cap. 1, 11 – 34.

Feuerstein, R. (1979) The Dynamic Assessment of Retarded Performers: The Learning Potential Assessment Device, Theory, Instruments and Techniques. Jerusalén, Is.: Park Press.

Gomes, E., Lima, G. L., Bianchini, B. L., Rocha, K. B. y Bolelli, P. M. (2018) Análise Dinâmica de Pórticos: uma oportunidade para a construção de um evento contextualizado para o ensino e a aprendizagem de Álgebra Linear. Em: XLVI Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia – Associação Brasileira de Educação em Engenharia, 2018, Anais. Salvador/Brasil, 1-10.

Gomes, E., Lima, G. L., Bianchini, B. L., Rocha, K. B. y Bolelli, P. M. (2019) Evento Contextualizado: estudo de um problema da Engenharia Civil para o ensino de Matemática. Em: XV Conferencia Interamericana de Educación Matemática – Comité Interamericano de Educación Matemática, 2019, Anais. Medellín/Colômbia, 1-8.

Lima, G. L., Bianchini, B. L. y Gomes, E. (2018) Conhecimentos docentes e o Modelo Didático da Matemática em Contexto: reflexões iniciais. Educação Matemática Debate, 2(4), 116-135. https://doi.org/10.24116/emd25266136v2n42018a06

Lima, G. L., Bianchini, B. L., Gomes, E. y Schwertl, S. L. (2020) O problema dos pórticos: uma intervenção didática construída para a disciplina de Cálculo Diferencial Integral. Em: XLVIII Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia – Associação Brasileira de Educação em Engenharia, 2020, Anais. Evento online, 1-10.

Mazzilli, C. E. N., André, J. C., Bucalem, M. L. y Cifú, S. (2016) Lições em mecânica das estruturas: dinâmica. São Paulo: Blucher.

Mishra, P. y Koehler,M. J. (2006) Technological Pedagogical Content Knowledge: a gramework for teacher knowledge. Teachers College Record. 108 (6), 1017–1054.

Shulman, L. (1986)Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher. 15 (2), 4-14.

Shulman, L. (1987)Knowlege and Teaching: foundations of the new reform. Harvard Educational Review. 57 (1), 1-22.

Silva, M. J. F. y Lima, G. L. (2015)Conhecimentos desenvolvidos em um curso de licenciatura em Matemática na modalidade a distância. In P. R. Scott & Ángel Ruíz (Eds.). Educación Matemática en las Américas (Vol. 2, 113-124). República Dominicana: Comité Interamericano de Educación Matemática.

Vergnaud, G. (1990) La teoría de los campos conceptuales. Recherches en Didactique des Mathematiques. 10(2), 133-170.

Publicado
2021-06-18
Métricas
  • Visualizaciones del Artículo 74
  • PDF downloads: 55
Cómo citar
Loureiro de Lima, G., Gomes, E., & Lutaif Bianchini, B. (2021). EVENTO CONTEXTUALIZADO EN INGENIERÍA: TAREAS DOCENTES Y CONOCIMIENTOS MOVILIZADOS EN ELLAS. PARADIGMA, 42(2). Recuperado a partir de http://revistaparadigma.online/ojs/index.php/paradigma/article/view/984