La influencia del pensamiento pedagógico socialista de Antonio Gramsci y su concepción de la educación

  • Diego Marlon Santos UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ - UEM - PARANÁ - BRASIL
    diegomarlon@seed.pr.gov.br http://orcid.org/0000-0002-8469-5473
  • Fabiana Silva Botta Demizu UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ - UNESPAR
    fabybotta@hotmail.com
Palabras clave: Gramsci, teoría, marxista, praxis, capitalista.

Resumen

El tema de este artículo es el estudio de los principios educativos de Antonio Gramsci (1891-1937), cuyo objetivo principal es el análisis de su contribución al proceso educativo. Su teoría se basa en el pensamiento marxista, que considera los orígenes materiales e históricos presentes en la lucha de clases relacionados con una visión antagónica que enfatiza la valorización de la lucha de las luchas de clase proletarias contra la explotación burguesa. Su propuesta educativa es la escuela unitaria, en la que todos tendrían la misma educación y enseñanza, lo que conduciría a los estudiantes a un grado de autonomía y conocimiento, lo que los convertiría en una conciencia histórica y política presente en el mundo del trabajo y la vida social. Al reflexionar sobre las consecuencias del marxismo, Gramsci señala que la sociedad se convierte en un agente de su propia transformación, imponiendo la pregunta hegemónica, un concepto fundamental en su pensamiento. Se concluye que la educación en este proceso se vuelve primordial en la filosofía de Antonio Gramsci, identificando la estructura por la cual se organiza la sociedad, mediando estrategias que facilitan la identificación de los límites y las desigualdades presentes en nuestra sociedad. Por lo tanto, Gramsci relaciona la teoría marxista en la búsqueda de una praxis transformadora, y basa sus ideas en la formación de una sociedad cuyas luchas teóricas y prácticas buscan crear un nuevo pensamiento filosófico y político capaz de favorecer la superación del poder y el poder. dominación del mundo capitalista.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Diego Marlon Santos, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ - UEM - PARANÁ - BRASIL
Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência e a Matemática da Universidade Estadual de Maringá (2018), Mestre em Ensino: Formação Docente Interdisciplinar pela Universidade Estadual do Paraná (2016), Especialista em Informática Instrumental Aplicada à Educação pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2018), Especialista em Gestão Ambiental em Municípios pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2014), Especialista em Educação: Métodos e Técnicas de Ensino pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2012), Especialista em Docência do Ensino Superior: métodos e práticas educativas pela Universidade Paranaense (2007), Especialista em Meio Ambiente com ênfase em Química Ambiental pela Universidade Paranaense (2007), Graduação em Química Industrial e Licenciatura em Química pela Universidade Paranaense (2005). Atualmente é professor do Colégio Estadual Enira Moraes Ribeiro - EFMP, ministrando aulas na Educação Profissional, no curso Técnico em Química. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Análise de Traços e Química Ambiental, Gestão Ambiental, Educação Ambiental, Formação de Professores, Ensino de Química, Ensino Profissionalizante e Informática Aplicada à Educação.
Fabiana Silva Botta Demizu, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ - UNESPAR
Atualmente docente na Unespar - Campus Paranavaí, no curso de Pedagogia e Mestre em Ensino: Educação Interdisciplinar na Unespar Campus- Paranavaí (2016). Possui graduação em Pedagogia pela Unespar Campus Paranavaí (2007) , graduação em Ciências Biológicas pela Unipar - Universidade Paranaense - Campus Paranavaí (2007). Possui especialização em Educação Especial Inclusiva pela Uniasselvi (2010), Especialização em Gestão Ambiental entre os Municípios pela UTFPR (2013) e Mestrado em Ensino: Educação Interdisciplinar pela Unespar Campus Paranavaí (2016)

Citas

Coutinho, C. N. (2007). Gramsci. Um estudo sobre seu pensamento político. 3. ed. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 2007.

Loureiro, B. (2011). Escola unitária e hegemonia: a indissociabilidade entre educação e política no pensamento de Antonio Gramsci. Educação Unisinos, v.15, n.1. Disponível em:<http://www.unisinos.br/revistas/index.php/educacao/article/view/457>. Acesso em: 10 ago. 2017.

Martins, M. F. (2008). Marx, Gramsci e o conhecimento: ruptura ou continuidade. Campinas: Autores Associados. 352p.

Manacorda, M. A. (1990). O princípio educativo em Gramsci. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

Gramsci, A. (2000). Cadernos do Cárcere. Volume 2. Tradução Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

______. (1991). Os intelectuais e a organização da cultura. 8. ed. Rio de Janeiro: Civilização brasileira.

______. (1989). Intelectuais e a organização da cultura. São Paulo: Civilização Brasileira.

______. (1982). Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

______. (1980). Maquiavel, a política, e o Estado moderno. Trad. de Luiz Mário Gazzaneo. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

______. (1978). Obras escolhidas. Tradução Manuel Cruz; revisão Nei da Rocha Cunha. São Paulo: Martins Fontes.

______. (1975). Quaderni del carcere. Torino: Einaudi.

Roio, M. D. (2006). Gramsci e a Educação de Educador. Caderno Cedes, Campinas, V. 26, n. 70, pp.311-328, set./dez.

Santos, A. de F. T. dos. (2000). Desigualdade social e dualidade escolar: conhecimento e poder em Paulo Freire e Gramsci. Petrópolis, RJ: Vozes.

Publicado
2021-11-13
Métricas
  • Visualizaciones del Artículo 56
  • PDF downloads: 22
Cómo citar
SANTOS, D. M., & DEMIZU, F. S. B. (2021). La influencia del pensamiento pedagógico socialista de Antonio Gramsci y su concepción de la educación. PARADIGMA, 42(2), 387-396. https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.2021.p387-396.id945