O processo de ensino-aprendizagem relacionado à realidade da educação inclusiva

Palabras clave: Educação Inclusiva, Aluno deficiente, Aprendizagem

Resumen

Este artigo é resultado de uma revisão de literatura acerca do processo de inclusão de alunos com deficiência em escolas regulares, de ensino comum. Tem o objetivo de, por meio de pesquisas recentes, conhecer como tem sido cumprida pelas escolas a garantia legal da inclusão escolar de alunos com deficiência. Para isso, foi necessário compreender o papel do gestor escolar frente a esse processo, analisar a relação pedagógica do professor regente e dos professores de apoio à comunicação, às linguagens e tecnologias assistivas com os alunos incluídos; identificar os fatores que constituem enfrentamento para o aluno deficiente no processo de inclusão escolar e extraescolar, objetivando assim uma educação de qualidade para todos. Concluiu que muitas vitórias foram alcançadas, porém, ainda existem muitas barreiras a serem derrubadas.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Patrícia Messias Santos Paulin Silva, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto/SP
Pedagoga pela Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Graduada em Fonoaudiologia pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Atualmente trabalha como professora na Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto/SP
Silvana Aparecida Rodrigues Campos
Pedagoga pela Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Habilitação Profissional Plena em “Técnico em Processamento de Dados” pelo Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (CEETEPS)
Maria Beatriz Ribeiro Prandi Gonçalves, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto/SP
Doutora em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Processos Culturais e Subjetivação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FFCLRP/USP, 2020). Mestra em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Educação pela FFCLRP/USP (2015). Especialista em Artes Visuais, Intermeios e Educação pelo Instituto de Artes da Universidade de Campinas (UNICAMP, 2013). Especialista em Psicomotricidade pelo Centro Universitário Barão de Mauá (2016). Bacharela em Biblioteconomia, Ciências da Informação e da Documentação pela FFCLRP/USP (2011) e Pedagoga pela Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP, 2020). Atualmente trabalha como professora na Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto/SP. 

Citas

ABRAMOWICZ, A.; RODRIGUES, T. C.; CRUZ, A. C. J. A diferença e a diversidade na educação. Contemporânea – Revista de Sociologia da UFSCar, São Carlos, n. 2, p. 85-97, jul./dez. 2011. Disponível em: http://www.contemporanea.ufscar.br/index.php/contemporanea/article/view/38. Acesso em: 18 ago. 2022.

ABRAMOWICZ, A.; SILVÉRIO, V. R. (org.). Afirmando diferenças: montando o quebra-cabeça da diversidade na escola. Campinas, SP: Papirus, 2015.

ALMEIDA, D. B. et al. Política educacional e formação docente na perspectiva da inclusão. Educação, v. 32, n. 2, p. 327-342, 2007. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/677/486 Acesso em: 11 mar. 2021.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Supremo Tribunal Federal, Secretaria de Documentação, 2019. Disponível em: https://www.stf.jus.br/arquivo/cms/legislacaoConstituicao/anexo/CF.pdf Acesso em: 16 ago. 2022.

BRASIL. Decreto nº 10.502, de 30 de setembro de 2020. Institui a Política Nacional de Educação Especial: Equitativa, Inclusiva e com Aprendizado ao Longo da Vida. Brasília, DF, 2020. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/decreto-n-10.502-de-30-de-setembro-de-2020-280529948. Acesso em: 21 out. 2022.

BRASIL. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República. Brasília, DF, 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 15 ago. 2022.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: MEC,1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf Acesso em: 16 ago. 2022.

BRASIL. Planejando a próxima década: conhecendo as 20 Metas do Plano Nacional de Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação/Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino (MEC/Sase), 2014. Disponível em: http://pne.mec.gov.br/images/pdf/pne_conhecendo_20_metas.pdf Acesso em: 10 jan. 2021.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF: Ministério da Educação; Secretaria de Educação Especial, 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf. Acesso em: 30 nov. 2022.

FIGUEIRA, E. Caminhando no silêncio: uma introdução à trajetória das pessoas com deficiência na história do Brasil. São Paulo: Giz Editora, 2008.

FIORINI, M. L. S.; MANZINI, E. J. Inclusão de alunos com deficiência na aula de educação física: identificando dificuldades, ações e conteúdos para prover a formação do professor. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 20, n. 3, p. 387-404, set. 2014. DOI: 10.1590/S1413-65382014000300006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382014000300006&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 18 ago. 2022.

GABRILLI, M. Guia sobre a Lei Brasileira de Inclusão digital. Brasília, DF: Câmara dos Deputados, 2016. Disponível em: https://www.maragabrilli.com.br/wp-content/uploads/2016/03/Guia-sobre-a-LBI-digital.pdf Acesso em: 17 ago. 2022.

GUIMARÃES, L. Ainda há muito a avançar. Rede Filantropia, 22 fev. 2018. Disponível em: https://www.filantropia.ong/informacao/ainda-ha-muitoaavancar#:~:text=%22A%20principal%20inova%C3%A7%C3%A3o%20da%20LBI,intelectual%20e%20sensorial%20do%20indiv%C3%ADduo. Acesso em: 8 set. 2022.

JONATHAN, A. O papel dos professores de AEE na criação de uma cultura inclusiva nas escolas. Diversa - educação inclusiva na prática, 06 ago. 2019. Disponível em: https://diversa.org.br/professores-aee-cultura-inclusiva-escolas/ Acesso em: 8 set. 2022.

KASSAR, M. C. M. Escola como espaço para a diversidade e o desenvolvimento humano. Educação & Sociedade, Campinas, v. 37, n. 137, p. 1223-1240, out./dez. 2016. DOI: 10.1590/ES0101-73302016157049. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302016000401223&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 28 ago. 2022.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003. Disponível em: http://docente.ifrn.edu.br/olivianeta/disciplinas/copy_of_historia-i/historia-ii/china-e-india/view. Acesso em: 15 ago. 2022.

MACENA, J. O.; JUSTINO, L. R. P.; CAPELLINI, V. L. M. O Plano Nacional de Educação 2014–2024 e os desafios para a Educação Especial na perspectiva de uma Cultura Inclusiva. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 26, n. 101, out./dez. 2018. DOI: 10.1590/S0104-40362018002601156. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40362018000401283 Acesso em: 17 set. 2022.

MAIOR, I. M. M. L. Breve trajetória histórica do movimento das pessoas com deficiência. Brasília, DF: 2016. Disponível em: http://violenciaedeficiencia.sedpcd.sp.gov.br/pdf/textosapoio/texto2.pdf. Acesso em: 30 ago. 2022.

MAIOR, I. M. M. L. Movimento político das pessoas com deficiência: reflexões sobre a conquista de direitos. Revista Inclusão Social, Brasília, DF, v. 10 n. 2, p. 28-36, jan./jun. 2017. Disponível em: http://revista.ibict.br/inclusao/article/view/4029. Acesso em: 29 ago. 2022.

MINAS GERAIS. Guia de Orientação da Educação Especial na rede estadual de ensino de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG: SEE, 2014. v. 3.

MINAS GERAIS. Resolução SEE nº 4.256/2020. Institui as Diretrizes para normatização e organização da Educação Especial na rede estadual de Ensino de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, 2020. Disponível em: http://www2.educacao.mg.gov.br/images/documentos/4256-20-r%20-%20Public.10-01-20.pdf.pdf. Acesso em: 8 set. 2022.

PEREIRA, J. A.; SARAIVA, J. M. Trajetória histórico social da população deficiente: da exclusão à inclusão social. SER Social, [S. l.], v. 19, n. 40, p. 168-185, 2017. DOI: 10.26512/ser_social.v19i40.14677. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/SER_Social/article/view/14677. Acesso em: 17 jun. 2021.

SARTORETTO, M. L. Inclusão Escolar, um Direito de Todos Alunos, com e sem Deficiência. Fundação Maurício, [S. l.], 26 out. 2017. Disponível em: http://www.fmss.org.br/artigo-inclusao-escolar-um-direito-de-todos-alunos-com-e-sem-deficiencia/. Acesso em: 18 ago. 2022.

SILVA, A. C. Escola e família: uma parceria em prol da escola inclusiva. Fórum Crítico da Educação - Revista do ISEP, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 41-55, 2003.

SILVA, N. C.; CARVALHO, B. G. E. Compreendendo o Processo de Inclusão Escolar no Brasil na Perspectiva dos Professores: uma Revisão Integrativa. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 23 n. 2, abr./jun. 2017. DOI: 10.1590/S1413-65382317000200010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-65382017000200293&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 16 ago. 2022.

SILVA, O. M. A epopeia ignorada: a pessoa deficiente na história do mundo de ontem e de hoje. São Paulo: Cedas, 1987.

SILVEIRA, K. A.; ENUMO, S. R. F.; ROSA, E. M. Concepções de professores sobre inclusão escolar e interações em ambiente inclusivo: uma revisão da literatura. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 18, n. 4, p. 695-708, 2012. DOI: 10.1590/S1413-65382012000400011 Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbee/a/sN6wfRgRRg6qMYNpLTHS5tR/?lang=pt Acesso em: 30 abr. 2021.

SOUZA, A. M. S. Acesso de alunos com deficiência às escolas regulares de Salvador. In: PRASERES JUNIOR, J. O.; LIMA, E. F.; OLIVEIRA, R.; OLIVEIRA, F. Diversidade e Convivência: construindo saberes. Grupo Conviver. Salvador, BA: Editora da Universidade da Universidade Federal da Bahia – Edufba, 2011. P. 81-100. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/1156/1/Diversidade%20e%20convivencia_2_Construindo%20Saberes.pdf. Acesso em: 19 ago. 2022.

UNESCO. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembleia Geral das Nações Unidas. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000139423. Acesso em: 25 ago. 2022.

Publicado
2024-01-30
Métricas
  • Visualizaciones del Artículo 75
  • PDF (Português (Brasil)) downloads: 57
Cómo citar
Silva, P. M. S. P., Campos, S. A. R., & Ribeiro Prandi Gonçalves, M. B. (2024). O processo de ensino-aprendizagem relacionado à realidade da educação inclusiva . PARADIGMA, 45(1), e2024004. https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.2024.e2024004.id1349
Sección
Artículos