Abordaje cualitativo en la búsqueda de un contexto para la enseñanza de las matemáticas en conjunto con la robótica educativa: Ludobot y sus posibilidades pedagógicas en los primeros años de la escuela primaria

Palabras clave: Educación Matemática, Robótica Educativa, Primeros años de la escuela primaria

Resumen

En este artículo se analiza una de las intenciones de la investigación cualitativa sobre la objetivación del fenómeno, con el propósito de detallar el camino entre las acciones de describir, comprender y explicar las posibilidades pedagógicas con un determinado kit para el trabajo con Robótica Educativa (ER), denominado Ludobot, y la enseñanza de las Matemáticas. Esta investigación de abordaje cualitativa, de tipo descriptiva, fue realizada utilizando el análisis de datos de un estudio de maestría profesional, que trata del uso de ER en los primeros años de la escuela primaria. En el análisis se evidencia la perspectiva de una investigación cualitativa en Educación Matemática, que buscó profundizar la comprensión de los fenómenos investigados en relación con el contexto en que ocurren. El transcurso de la investigación denota la importancia de percibir los fundamentos teóricos subyacentes a la práctica de la ER y el trabajo docente más allá de las posibilidades de recursos (o kits) a ser utilizados. Se entiende que el enfoque metodológico presentado en la investigación de Santos (2020) fue fundamental para señalar bases teóricas y científicas para la elaboración de un producto educativo y demostró que en la investigación cualitativa el investigador necesita tener sensibilidad para acercarse a su objeto de estudio, buscando establecer relaciones de investigación y, a veces, distanciarse de ella, de modo que sea posible observar diferentes aspectos y enfoques.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Érica Oliveira dos Santos, Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Mestre em Formação Científica, Educacional e Tecnológica pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Especialista em Alfabetização e Letramento pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Licenciada em Pedagogia pela Faculdade Padre João Bagozzi. Membro do Grupo de Pesquisa sobre Tecnologias na Educação Matemática (GPTEM). Profissional do Magistério na Rede Municipal de Ensino de Curitiba desde 2012, atuando como docente nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, em Escola de Tempo Integral, na área de Ciência e Tecnologia.
Giane Fernanda Schneider Gross, Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Doutoranda em Ciência, Tecnologia e Ensino no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia (PPGECT) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pelo Programa de Pós-Graduação em Formação Científica, Educacional e Tecnológica (PPGFCET) também pela UTFPR. Especializada em Alfabetização Matemática e Educação do Campo pela Faculdade São Bráz, e especialização em Educação em Direitos Humanos pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Licenciada em Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Membro do Grupo de Pesquisa sobre Tecnologias na Educação Matemática (GPTEM). Experiência com ensino de Matemática na Rede Estadual com turmas de Ensino Fundamental II e Ensino Médio.
Neumar Regiane Machado Albertoni, Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Doutoranda da linha de Educação Matemática do Programa de Pós-Graduação em Formação Científica, Educacional e Tecnológica da UTFPR. Mestra em Educação Matemática pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), possui especialização em Tecnologias de Informática na Educação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), também Especialização em Ensino de Matemática para o Ensino Médio pela Universidade Estadual do Centro Centro-Oeste. Licenciada em Matemática pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Membro do Grupo de Pesquisa sobre Tecnologias na Educação Matemática (GPTEM). Tem interesse em estudos sobre Tecnologias Digitais para Ensino de Matemática, Robótica Educacional e Programação Intuitiva.
Marco Aurélio Kalinke, Universidad Tuiuti de Paraná
Licenciado en Matemáticas por la Universidad Tuiuti de Paraná (UTP). Máster en Educación por la Universidad Federal de Paraná (UFPR). Doctor en Educación Matemáticas (Pontífica Universidad Católica Católica de São Paulo, 2009). Realizó postdoctorado en Ciencias de la Salud en la Università degli Studi di Mlano, Itália, en 2017. Actualmente es profesor de la Universidad Tecnológica Federal de Paraná (UTFPR) y docente del Programa de Posgrado en Educación en Ciencias y Matemáticas (PPGECM) de la Universidad Federal de Paraná (UFPR) y del Programa de Posgrado en Formación Científica, Educativa y Tecnológica (PPGFCET) de la Universidad Tecnológica Federal de Paraná (UTFPR).

Citas

Abreu, J. V. V. d’ & Reis, J. C. (2018). Robótica Pedagógica no NIED: contribuições e perspectivas futuras. Em: J. A. Valente, F. M. P. Freire e F. L. Arantes (Orgs.). Tecnologia e Educação: passado, presente e o que está por vir (pp. 258-278). Campinas: Unicamp/Nied. Disponível em: https://odisseu.nied.unicamp.br/wp-content/uploads/2018/11/Livro-NIED-2018-final.pdf. Acesso em: 07 mar. 2022.
Albertoni, N. R. M. (2020). Robótica educacional no ensino de matemática: como os conteúdos se fazem presentes. (Dissertação de mestrado). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba. Disponível em: http://riut.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/24346. Acesso em: 07 mar. 2022.
Brasil. (2017). Ministério da Educação, Base Nacional Comum Curricular (Versão Final). Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 07 mar. 2022.
Becker, F. (2001). Educação e Construção do Conhecimento. São Paulo: Artmed.
Cabral, C. P. (2011). Robótica Educacional e Resolução de Problemas: uma abordagem microgenética da construção do conhecimento. (Dissertação de mestrado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/29314.
Campos, F.R. (2011). Currículo, tecnologias e robótica na educação básica. (Tese de doutorado). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. Disponível em: https://sapientia.pucsp.br/bitstream/handle/9619/1/Flavio%20Rodrigues%20Campos.pdf. Acesso em: 07 mar. 2022.
Campos, F.R. (2019). A Robótica para uso Educacional. São Paulo: Editora Senac.
Castilho, M.I. (2018). Hiperobjetos da Robótica Educacional como ferramentas para desenvolvimento da abstração reflexionante e do pensamento computacional. (Tese de doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/189624. Acesso em: 07 mar. 2022.
Cervo, A.L., Bervian, P.A. & Silva, R. (2007). Metodologia Científica. 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall.
Curitiba, P. M. (2006). Secretaria Municipal de Educação. Diretrizes Curriculares para a Educação Municipal de Curitiba: Ensino Fundamental. v. 1. Curitiba, PR.

Curitiba, P. M. (2016). Secretaria Municipal da Educação. Currículo do Ensino Fundamental 1º ao 9º ano. v. 1. Curitiba, PR.
Curitiba, P. M. (2019) Secretaria Municipal de Educação. Projeto de Robótica e Linguagem de Programação. Disponível em: https://educacao.curitiba.pr.gov.br/conteudo/historico/8952. Acesso em: 07 mar. 2022.
Curitiba, P. M. (2020a). Secretaria Municipal da Educação. Currículo do Ensino Fundamental: diálogos com a BNCC. v. 1. Curitiba, PR.
Curitiba, P. M. (2020b). Secretaria Municipal da Educação. Currículo do Ensino Fundamental: diálogos com a BNCC. v. 5.
Fortes, R. M. (2007). Interpretação de Gráficos de Velocidade em um Ambiente Robótico. (Dissertação de mestrado). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. Disponível em: https://repositorio.pucsp.br/handle/handle/11132. Acesso em: 07 mar. 2022.
Gross, G. F. S. (2020). Cultura digital frente às demandas das escolas do campo: a robótica educacional como possibilidade para o ensino de matemática. (Dissertação de mestrado). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba. Disponível em: http://riut.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/24363. Acesso em: 07 mar. 2022.
Kalinke, M. A. (2021). O uso da robótica educacional em atividades de matemática: o que dizem as dissertações do PPGFCET sobre esta temática. ACTIO, 6(3), 1-21. Disponível em: http://dx.doi.org/10.3895/actio.v6n3.14412. Acesso em: 07 mar. 2022.
Kenski. V. M. (2003). Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus.
Kurek, B. (2020). A organização da educação em tempo integral da RME de Curitiba: endereçamentos para a prática educativa do acompanhamento pedagógico em Matemática. (Dissertação de Mestrado). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba. Disponível em: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4894. Acesso em: 07 mar. 2022.
Labegalini, A. C. (2007). A construção da prática pedagógica do professor: o uso do lego/robótica na sala de aula. (Dissertação de Mestrado). Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba.
Marconi, M. A. & Lakatos, E. M. (2018). Técnicas de Pesquisa: planejamento e execução de pesquisa, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. (8. ed). São Paulo: Atlas.
Nacarato, A. M. (2012). A comunicação oral nas aulas de matemática nos anos iniciais do ensino fundamental Revista Eletrônica de Educação, 6(1), 9-26. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/410. Acesso em: 07 mar. 2022.
Orlowski, O., Mocrosky, L. F. & Hussein, F. R. G. S. (2021). Produtos educacionais do PPGFCET: práticas pedagógicas nos anos iniciais da educação básica. ACTIO, 6 (3), 1-22. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/actio/article/view/14505. Acesso em: 07 mar. 2022.
Papert, S. (1985). Logo: computadores e educação. São Paulo: Brasiliense.
Papert, S. (2008). A máquina das crianças: repensando a escola na era da informática. Tradução Sandra Costa. Editora Artmed.
Prado, J. P. A & Morceli, G. (2019). Robótica Educacional: do conceito e robótica aplicada à concepção dos kits. In: D. A. PERALTA (org.). Robótica e Processos Formativos: da epistemologia dos kits (pp. 31-57). Porto Alegre: Editora Fi.
Piaget, J. (1983). A epistemologia genética; Sabedoria e ilusões da filosofia; Problemas de psicologia genética. (2a ed) Tradução Caixeiro, N. C.; Daeir, Z. A.; Di Piero, C. E. A. São Paulo: Abril Cultural.
Santos, E. O. (2020). Robótica educacional nas escolas de Curitiba: possibilidades pedagógicas para o ensino de matemática com o Ludobot. (Dissertação de mestrado). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba. Disponível em: https://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/24624. Acesso em: 07 mar. 2022.
Silva, A. F. (2009). RoboEduc: uma metodologia de aprendizado com robótica educacional. (Tese de doutorado) Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/15128. Acesso em: 07 mar. 2022.
Silveira, D. T. & Córvova, F. P. (2009). A pesquisa científica. Em: D. T. Silveira & T. E. Gerhardt (Org.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora de UFRGS.
Severino, A. J. (2002). Metodologia do trabalho cientifico. 22 ed. Cortez.
Valente, J. A. A. (1996). O papel do professor no ambiente Logo. Em: O professor no ambiente Logo: formação e atuação. Campinas: Unicamp/Nied. Disponível em: https://www.nied.unicamp.br/wp-content/uploads/other-files/livro-professor-logo.pdf. Acesso em: 07 mar. 2022.
Venson, D. L. & Kalinke, M. A. (2020). Entre a cruz e o método: uma reflexão histórico- filosófica sobre controle de verossimilhança do conhecimento. Campo Grande: Life Editora. Disponível em: http://www.lifeeditora.com.br/loja/produto/ebook-gratuito-entre-a-cruz-e-o-metodo/. Acesso em: 07 mar. 2022
Zilli, S. R. (2004). A robótica educacional no ensino fundamental: perspectivas e prática. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/86930. Acesso em: 07 mar. 2022.
Publicado
2022-05-01
Métricas
  • Visualizaciones del Artículo 53
  • PDF downloads: 48
Cómo citar
Oliveira dos Santos, Érica, Schneider Gross, G. F., Machado Albertoni, N. R., & Kalinke, M. A. (2022). Abordaje cualitativo en la búsqueda de un contexto para la enseñanza de las matemáticas en conjunto con la robótica educativa: Ludobot y sus posibilidades pedagógicas en los primeros años de la escuela primaria. PARADIGMA, 43(2), 105-131. https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.2022.p105-131.id1220