Percepciones de los docentes sobre un proceso formativo con la educación CTS en educación básica

Palabras clave: Ciencia-Tecnología-Sociedad, Práctica docente, Formación continua del profesorado

Resumen

A educación continua contribuye a la constante evolución de la labor docente y permite la construcción de conocimientos para transformar las prácticas educativas, ayudando también a superar las dificultades encontradas en el aula. El objetivo de este estudio fue analizar las percepciones de los docentes sobre un proceso formativo, desde el enfoque CTS, para la práctica docente. El proceso formativo se llevó a cabo con profesores de primaria y secundaria, en una escuela pública, en Santa María, Rio Grande do Sul (RS), mediado por talleres pedagógicos, que incluyeron el enfoque CTS en el contexto escolar. Los datos se obtuvieron a través de un cuestionario semiestructurado, compuesto por dos preguntas, y posteriormente se utilizó la metodología de análisis de contenido para analizar los datos. Los resultados evidenciaron aportes en las prácticas docentes, asociados principalmente a las nuevas estrategias de enseñanza, que colaboraron para el desarrollo de los educadores y favorecieron una enseñanza interdisciplinar y contextualizada. La educación continua también indicó beneficios como la motivación e interacción de los estudiantes, favoreciendo así la enseñanza y el aprendizaje. Por tanto, es parte indispensable en la formación de docentes, propuestas como el enfoque CTS en el contexto escolar, ya que colaboró ​​para repensar la formación, y benefició acciones centradas en reflexiones sobre la práctica pedagógica.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

ACEVEDO, J. A. La formación del profesorado de enseñanza secundaria y la educación CTS. Una cuestión problemática. Revista Interuniversitaria de Formación del Profesorado, v. 26, n. 26, p. 131-144, 1996.
ARAUJO, U. Temas transversais, pedagogia de projetos e as mudanças na educação. 1. ed. São Paulo: Summus, 2014.
AUGUSTO, T. G. da S.; AMARAL, I. A. do. A formação de professoras para o ensino de ciências nas séries iniciais: análise dos efeitos de uma proposta inovadora. Ciência & Educação, Bauru, v. 21, n. 2, p. 493-509, 2015.
AULER, D. Interações entre Ciência - Tecnologia - Sociedade no Contexto da Formação de Professores de Ciências. 2002. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/82610. Acesso em: 15 ago. 2020.
AULER, D.; DELIZOICOV, D. Ciência-Tecnologia-Sociedade: relações estabelecidas por professores de ciências. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 5, n. 2, 2006a.
AULER, D.; DELIZOICOV, D. Educação CTS: articulação entre pressupostos do educador Paulo Freire e referenciais ligados ao Movimento CTS. In: SEMINÁRIO IBÉRICO CTS NO ENSINO DAS CIÊNCIAS, 2006b, Malagá. Anais [...]. Malagá: Universidad de Málaga, 2006b, p.1-7.
BARDIN, L. Análise de conteúdo. 1. ed. São Paulo: Edições 70, 2016.
BAZZO, W. A.; PEREIRA, L. T. do V. O que é CTS afinal na educação tecnológica. Revista Tecnologia & Cultura, v. 13, p. 46-54, 2008.
BETTENCOURT, C.; ALMEIDA, A. P.; VELHO, J. L. Implementação de estratégias Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS): percepções de professores de biologia. Investigações em Ensino de Ciências, v. 19, n. 2, p. 243-261, 2014. https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/79/54%3E. Acesso em: 10 out. 2020.
BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Dispõe sobre as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 29 jul. 2020.
BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: Ciências Naturais. Brasília: MEC/SEF, 1998.
BRASIL. Referenciais para formação de professores. Brasília: Ministério da Educação, 2002.
BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC/SEB, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/julho-2013-pdf/13677-diretrizes-educacao-basica-2013-pdf/file. Acesso em: 29 jul. 2020.
BRASIL. Resolução nº 2, de 1º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/agosto-2017-pdf/70431-res-cne-cp-002-03072015-pdf/file. Acesso em: 29 jul. 2020.
BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 29 jul. 2020.
BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 13 out. 2020.
CARLAN, C. B. Influência de projetos pedagógicos interdisciplinares na atividade física habitual e no estado nutricional de escolares do ensino fundamental. 2020. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências: Químicas da Vida e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016.
COMIOTTO, T. et al. Concepções sobre práticas pedagógicas e ensino/aprendizagem sob a perspectiva de Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). Revista de Estudos Aplicados em Educação, v. 4, n. 7, jan./jun., 2019.
DELIZOICOV, N. C.; LOPES, A.; ALVES, E. B. D. Ciências Naturais nas Séries Iniciais: características e demandas no ensino de Ciências. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 5., Bauru, 2005. Anais […]. Bauru: UNESP, 2005. Disponível em: http://www.nutes.ufrj.br/abrapec/venpec/conteudo/artigos/3/pdf/p348.pdf. Acesso em: 29 ago. 2020.
FERNANDES, R. F.; STRIEDER, R. B. Questionamentos e Opiniões de professores de Ciências da Natureza sobre Educação CTS. Indagatio Didactica, v. 8, n.1, p. 453-467, 2016.
FIRME, R. do N.; AMARAL, E. M. R. do. Analisando a implementação de uma abordagem CTS na sala de aula de Química. Ciência & Educação, v. 17, n. 2, p. 383-399, 2011.
FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.
GIACOMINI, A.; MUENCHEN, C. Os três momentos pedagógicos como organizadores de um processo formativo: algumas reflexões. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 15, n. 2, p. 339-355, 2015.
GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.
ILHA, P. V. Contribuições da pesquisa colaborativa na prática pedagógica docente, utilizando a aprendizagem de projetos como estratégia de ensino. 2016. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.
IMBERNÓN, F. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.
LIMA, A. P. dos S. Ensino multidisciplinar na melhoria do conhecimento nutricional no ensino fundamental. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2014.
LIMA, N. W. et al. Reiki no SUS e o Misticismo Quântico: Reflexões a partir do posicionamento de alunos de Licenciatura em uma aula de Física Quântica sob a perspectiva CTS. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 12., 2019, Natal. Anais [...]. Natal: ABRAPEC, 2019.
LIMA, A. P. dos S. Formação continuada de professores de uma escola pública estadual, visando a inserção das TIC em sala de aula. 2019. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2019.
LINSINGEN, I. V. Engenharia, tecnologia e sociedade: novas perspectivas para uma formação. 2002. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Florianópolis, 2002.
LINSINGEN, I. V. Perspectiva educacional CTS: aspectos de um campo em consolidação na América Latina. Ciência & Ensino, v. 1, número especial, 2007.
MENEZES, M. K. et al. Ressignificando o espaço escolar através de salas temáticas: uma experiência educativa em construção em uma escola pública. In: RIGUE, F. M.; AMESTOY, M. B. O que pode a educação no Brasil hoje? 1. ed. Veranópolis: Diálogo Freiriano, 2020a.
MENEZES, K. M.; RODRIGUES, C. B. C.; CANDITO, V.; SOARES, F. A. A. A pesquisa como articuladora das práticas pedagógicas: contribuições de um processo formativo. Inter-Ação, 45, n. 3, p. 856-873, 2020b.
MENEZES, M. K. Contribuições da pedagogia de projetos para a educação em saúde no contexto escolar. 2021. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2021
NASCIMENTO, V. F. do. Ciencias, tecnologias e sociedade na prática do professor de ciências: entre a formação e a sala de aula. Curitiba: Appris, 2020.
NÓVOA, A. Formação de professores e profissão docente. In: NÓVOA, Antônio (Org.). Os professores e a sua formação. 2. ed. Portugal: Publicações Dom Quixote, 1995.
ONU. Organização das Nações Unidas. Transformando Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. 2015. Disponível em: https://brasil.un.org/sites/default/files/2020-09/agenda2030-pt-br.pdf. Acesso em: 14/03/2021.
PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed Editora, 2000.
PINHEIRO, N. A. M.; SILVEIRA, R. M. C. F.; BAZZO, W. A. A relevância do enfoque CTS para o contexto do ensino médio. Ciência & Educação, v. 13, n. 1, p. 71-84, 2007.

RIBEIRO, K. S.; SANTOS, D. F.; PRUDÊNCIO, C. A.V. Ciência, tecnologia e sociedade: formação de professores e aproximação universidade-escola. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 9, n.1, 2020.
RODRÍGUEZ, A. S. M.; DEL PINO, J. C. Abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS): perspectivas teóricas sobre educação científica e desenvolvimento na América Latina. TEAR: Revista de Educação Ciência e Tecnologia, v. 6, n. 2, p. 1-21, 2017.
RODRÍGUEZ, A. S. M.; DEL PINO, J. C. O Enfoque Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) na Reconstrução da Identidade Profissional Docente. Investigações em Ensino de Ciências, v. 24, n. 2, p. 90-119, 2019.
RODRIGUES, C. B. C. Intervenções no ambiente escolar visando a promoção da saúde. 2020. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2020.
ROSO, C. C.; AULER, D. A participação na construção do currículo: práticas educativas vinculadas ao movimento CTS. Ciência & Educação, Bauru, v. 22, n. 2, p. 371- 389, 2016.
ROSSI, D. S. Imagem corporal, aspectos nutricionais e atividade física em estudantes. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2014.
SANTOS, W. L. P. dos; MORTIMER, E. F. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência - Tecnologia - Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ens. Pesqui. Educ. Ciênc., Belo Horizonte, v. 2, n. 2, p. 110-132, 2000.
SANTOS, W. L. P. dos; MORTIMER, E. F. Tomada de decisão para ação social responsável no ensino de ciências. Ciência & Educação, Bauru, v. 7, n. 1, p. 95-111, 2001.
SANTOS, W. L. P. dos. Contextualização no ensino de ciências por meio de temas CTS em uma perspectiva crítica. Ciência & Ensino, v. 1, número especial, p. 1-12, 2007.
SANTOS, W. L. P. dos; SCHNETZLER, R. P. Educação em Química: Compromisso com a cidadania. Ijuí: UNIJUÍ, 2015.
STRIEDER, R. B. Abordagens CTS na educação científica no Brasil: sentidos e perspectivas. 2012. Tese (Doutorado em Ensino de Física) – Faculdade de Educação, Instituto de Física, Instituto de Química e Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo, 2012. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/81/81131/tde-13062012-112417/publico/Roseline_Beatriz_Strieder.pdf. Acesso em: 02 ago. 2020.
TEIXEIRA, P. M. A educação científica sob a perspectiva da pedagogia histórico-crítica e do movimento C.T.S. no ensino de ciências. Revista Ciência e Educação, v. 9, n. 2, p.177-190, 2003.
VISINTAINER, D S. R. Oficinas Pedagógicas como estratégia para a promoção da saúde na formação docente continuada. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2018.
VISINTAINER, D S. R.; SOARES, F. A. A. O desenvolvimento de estratégias de ensino para a promoção da saúde na formação docente continuada. Contexto & Educação, v. 34, n. 109, p. 52-73, 2019.
WOLLMANN, E. M. A inserção da educação ambiental na formação de professores: das percepções, às práticas. 2016. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.
Publicado
2021-10-19
Métricas
  • Visualizaciones del Artículo 47
  • PDF downloads: 26
Cómo citar
Candito , V., Mendonça Menezes , K., Carlan Rodrigues , C. B., & Chitolina Schetinger , M. R. (2021). Percepciones de los docentes sobre un proceso formativo con la educación CTS en educación básica. PARADIGMA, 42(3), 365-385. https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.2021.p365-385.id1135