História da Matemática e Tecnologias Digitais: do que tratam três decadas de teses e dissertações?

Palabras clave: História da Matemática, Tecnologias Digitais, Teses e Dissertações, CREPHIMat

Resumen

Neste artigo se descrevem resultados parciais de uma pesquisa vinculada num projeto guarda-chuva aprovado e financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) sob a coordenação do Prof. Dr. Iran Abreu Mendes e intitulado História para o Ensino de Matemática na Formação de Professores e na Educação Básica: uma Análise da Produção Brasileira (1990 – 2017). Neste desdobramento, temos o propósito de indagar em que termos as Tecnologias Digitais são usadas nas pesquisas de História da Matemática, para o ensino da matemática? A abordagem metodológica nesta pesquisa é de tipo bibliográfica, pois o objeto de estudo são as teses e dissertações disponíveis no acervo do Centro Brasileiro de Referência em Pesquisa sobre História da Matemática (CREPHIMat). Das 728 produções acadêmicas-científicas foram filtradas apenas 23, que tiveram presença de tecnologias digitais no corpus do trabalho de maneira direta ou indireta. O mapeamento permitiu constatar que as tecnologias digitais mais usadas neste recorte são os softwares de Geometria Dinâmica, dentre eles, o GeoGebra. Além disso, foi identificado que o uso dado a este tipo de software é quase sempre o mesmo, como substituto do quadro branco, como planilha ou como kit de desenho geométrico o qual deixa sem explorar as vantagens desta tecnologia digital.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Ivonne C. Sánchez, Universidade Federal do Pará
Doutoranda em Educação em Ciências e Matemáticas com bolsa de estudo da FAPESPA (2021-2025/ Edital 14/2021 PROPESP-UFPA) no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas (PPGECM) do Instituto de Educação Matemática e Científica (IEMCI) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestre em Educação em Ciências e Matemáticas - área de concentração: Educação Matemática - (PPGECM/UFPA) com bolsa de estudo da CAPES (2018-2020). Graduada em Licenciatura em Educação Matemática e Física pela Universidade do Zulia, Venezuela (2011-2016). Membro do Grupo de Pesquisa Práticas Socioculturais e Educação Matemática (GPSEM/UFPA). Pesquisadora nível A-2 no Programa de Estímulo à Pesquisa e Inovação da Venezuela (2015 - Atual). Possui experiência na área de Educação Matemática com ênfase em: Formação de Professores com Tecnologias Digitais, Ensino de Matemática com Tecnologias Digitais, Uso do GeoGebra no Ensino da Matemática. 
Luis Andrés Castillo B., Universidade Federal do Pará
Doutorando em Educação em Ciências e Matemáticas com bolsa de estudo da FAPESPA (2021-2025/ Edital 14/2021 PROPESP-UFPA) no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas (PPGECM) do Instituto de Educação Matemática e Científica (IEMCI) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestre em Educação em Ciências e Matemáticas - área de concentração: Educação Matemática - (PPGECM/UFPA) com bolsa de estudo da CAPES (2018-2020). Graduado em Licenciatura em Educação Matemática e Física pela Universidade do Zulia, Venezuela (2011-2016). Membro do Grupo de Pesquisa Práticas Socioculturais e Educação Matemática (GPSEM/UFPA). Pesquisador nível A-1 no Programa de Estímulo à Pesquisa e Inovação da Venezuela (2015 - Atual). Pertence ao corpo Editorial de periódicos tanto nacionais, bem como internacionais, como parte do Conselho Consultivo, Equipe Técnica e Parecerista ad hoc. Possui experiência na área de Educação Matemática com ênfase em: Formação de Professores com Tecnologias Digitais, Ensino de Matemática com Tecnologias Digitais, Uso do GeoGebra no Ensino da Matemática, Modelagem Matemática com GeoGebra. Possui experiência em trabalhos técnicos na administração e customização do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) ou Open Journal Systems (OJS).
Iran Abreu Mendes, Universidade Federal do Pará
Bolsista Produtividade em Pesquisa Nível 1C do CNPq, Possui graduação em Licenciatura em Matemática e em Licenciatura em Ciências, ambas pela Universidade Federal do Pará (1983), Especialização em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Pará (1995), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1997), Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2001) e Pós-doutorado em Educação Matemática pela UNESP/Rio Claro (2008). Atualmente é professor Titular do Instituto de Educação Matemática e Científica da Universidade Federal do Pará (IEMCI), onde atua como pesquisador do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemáticas. Tem experiência no ensino de Cálculo, Geometria Analítica e Euclidiana, História da Matemática, História da Educação Matemática, Didática da Matemática e Fundamentos Epistemológicos da Matemática. Desenvolve pesquisas sobre: Epistemologia da Matemática, História da Matemática, História da Educação Matemática, História para o Ensino de Matemática, Práticas Socioculturais e Educação Matemática, Diversidade Cultural e Educação Matemática. Líder do Grupo de Pesquisa sobre Práticas Socioculturais e Educação Matemática (GPSEM/UFPA). 

Citas

ALVES, Verusca Batista. Um estudo sobre os conhecimentos matemáticos mobilizados no manuseio do instrumento círculos de proporção de William Oughtred. 153f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Fortaleza, 2019.

ANDRADE, Luciana Vieira. História da matemática e tecnologias da informação e da comunicação no ensino de função. 251f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências Naturais e Matemática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. [s.l.] : Edições 70, 1977.

BARROS, Rafael José; MENDES, Iran Abreu. Dissertações e teses em História e Epistemologia da Matemática: contribuições para a abordagem da Geometria Espacial no Ensino Médio. Principia, [S. l.], n. 37, p. 139–150, 2017.

BRUGNERA, Elisangela Dias. O Uso da História da Matemática e do GeoGebra para o Ensino e Aprendizado da Geometria Analítica Com ênfase no Estudo de Retas. 275f. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Mato Grosso, Sinop, 2018.

CASTILLO, Luis Andrés. Contribuições de um ambiente virtual para a divulgação das pesquisas em história da matemática no Brasil. 187f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemáticas) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2020.

CASTILLO, Luis Andrés; GUTIÉRREZ, Rafael Enrique; SÁNCHEZ, Ivonne C. O uso do comando sequência na Elaboração de Simuladores com o software GeoGebra. Revista do Instituto GeoGebra Internacional de São Paulo, [S. l.], v. 9, n. 3, p. 106–119, 2020. https://doi.org/10.23925/2020.v9i3p106-119

CASTILLO, Luis Andrés; MENDES, Iran Abreu. O CREPHIMat como um ambiente virtual sobre as pesquisas em historia da matemática. REMATEC, [S. l.], v. 14, n. 32, p. 163–176, 2019. https://doi.org/10.37084/REMATEC.1980-3141.2019.n32.p163-176.id210

CASTILLO, Luis Andrés; MENDES, Iran Abreu. El uso del ambiente virtual CREPHIMat para promover la historia en la enseñanza de la matemática. Paradigma, [S. l.], v. 41, n. 2, p. 88–115, 2020. https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.2020.p88-115.id833

FILHO, Gilson Abdala Prata. Teorema de Pitágoras a partir da história da matemática: análises epistemológicas de atividades em turmas do 9o ano da rede pública. 140f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) - Instituto Federal do Espírito Santo, Espírito Santo, 2018.

GUTIÉRREZ, Rafael Enrique; CASTILLO, Luis Andrés. Simuladores com o software GeoGebra como objetos de aprendizagem para o ensino da física. Tecné Episteme y Didaxis: TED, [S. l.], n. 47, p. 201–216, 2020. https://doi.org/10.17227/ted.num47-11336

LABORDE, Colette. Cabri-geómetra o una nueva relación con la geometría. In: PUIG, L. (org.). Investigar y enseñar. Variedades de la educación matemática. Mexico: “Una empresa docente” e Grupo editorial iberoamérica, 1997. p. 33–48.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 8. ed. São Paulo: Editora Atlas, 2017.

MENDES, Iran Abreu. Cartografias da produção em História da Matemática no Brasil: um estudo centrado nas dissertações e teses defendidas entre 1990-2010. Relatorio de Pesquisa - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.

MENDES, Iran Abreu. História da matemática no ensino: Entre trajetórias profissionais epistemológicas e pesquisas. 1a. ed. São Paulo: Livraria da Fisica/SBHMat, 2015.

MENDES, Iran Abreu. Uma História das pesquisas em História da Matemática no Brasil: produções, disseminações e contribuições à formação de professores de Matemática. Projeto de Pesquisa - Universidade Federal do Pará, Belém, 2018a.

MENDES, Iran Abreu. História para o Ensino de Matemática na Formação de Professores e na Educação Básica: uma Análise da Produção Brasileira (1990 – 2018). Projeto de Pesquisa - Universidade Federal do Pará, Belém, 2018b.

MENDES, Iran Abreu. Flashes e Imagens das Produções nas Pesquisas em História da Matemática no Brasil: um cenário tecido em três décadas. In: (A. COSTA, F. MATOS, R. SILVA, Org.)XII ENCONTRO PARAENSE DE EDUCAÇÕ MATEMÁTICA 2019, Belém. Anais [...]. Belém: SBEM-PA, 2019.

MENDES, Iran Abreu. Histórias para o Ensino de Matemática em saberes multidimensionais. In: VALENTE, Wagner Rodrigues (org.). Ciëncias da Educação, campos disciplinares e profissionalização: Saberes em debate para a formação de professores. 1. ed. São Paulo: Livraria da Física, 2020. p. 243.

MENDES, Iran Abreu; PIRES, Lucas Silva. Classificação de teses e dissertações nas subáreas em história para o ensino da matemática (1990-2018). Revista Paranaense de Educação Matemática, [S. l.], v. 9, n. 19, p. 410–434, 2020. https://doi.org/10.33871/22385800.2020.9.19.410-434

MOD, Luiz Felipe Araujo. O objeto matemático triângulo em teoremas de Regiomontanus: um estudo de suas demonstrações mediado pelo GeoGebra. 105f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.

NEVES, Ranúzy Borges. Uma introdução ao estudo das funções trigonométricas com recursos artísticos e Seminários sobre a história da matemática no 2o ano do ensino médio. 96f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências Exatas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2019.

SÁNCHEZ, Ivonne C.; CASTILLO, Luis Andrés; MENDES, Iran Abreu. HISTÓRIA DA MATEMÁTICA E TECNOLOGIAS DIGITAIS: do que tratam as dissertações e teses (de 1990 a 2019)? In: (Cristiane Coppe, Mônica Siqueira, Org.)XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA 2021, Uberaba. Anais [...]. Uberaba: SBHMat, 2021. p. 10.

SÁNCHEZ, Ivonne C.; SÁNCHEZ-N, Irene. Elaboración de un simulador con GeoGebra para la enseñanza de la física. El caso de la ley de coulomb. REAMEC - Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 40–56, 2020. https://doi.org/10.26571/reamec.v8i2.9557

SILVA, Alison Luan Ferreira Da. História da matemática, tecnologias digitais e investigação matemática no ensino de unidades temáticas de matemática da BNCC para o 8° ano. 247f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências Naturais e Matemática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.

Publicado
2021-11-13
Métricas
  • Visualizaciones del Artículo 82
  • PDF downloads: 32
Cómo citar
Sánchez, I. C., Castillo B., L. A., & Mendes, I. A. (2021). História da Matemática e Tecnologias Digitais: do que tratam três decadas de teses e dissertações?. PARADIGMA, 42(2), 183-205. https://doi.org/10.37618/PARADIGMA.1011-2251.2021.p183-205.id1064